Slide

  • Título 1MEMS realiza hangout sobre Desafios diários do empreendedorismo feminino na Bahia
  • Titulo 2O segredo para se manter motivada!
  • Titulo 3Fundadora do MEMS fala sobre iniciativa empreendedora em rádio soteropolitana
1 2 3
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Últimos posts

Perfil empreendedor. Eu tenho?

Eu comecei a trabalhar numa empresa em 2012 que foi um grande desafio e aprendizado! Na época, eu estava empregada em um local e recebi proposta de emprego nesta outra. Fiz seleção, passei e aceitei o emprego.
Acontece que fui para o olho de um furacão. Na época as sócias começaram uma briga ferrenha de interesses e tudo isso culminou na decisão de fechar a empresa.
"Espera aí! Como assim?". Pois é, em um mês de empresa eu descobri que estaria desempregada até terminar o contrato de experiência. Esse era o prazo que elas determinaram para o fechamento da agência, resolver todos os trâmites legais e conversar com os clientes.
Por um bom tempo eu desesperei. Não dormia direito e me sentia a pessoa mais azarada do mundo. "Como pude me colocar numa situação daquela? Por ganância de receber mais no salário?", pensava.
Pois bem. Como eu acredito que nada acontece por acaso, aquela situação de desespero prolongado para muitos, se tornou minha oportunidade. Virei a mesa, corri atrás da ação e enquanto eu buscava outro emprego, germinava em mim a vontade de trabalhar por conta própria, caso nenhum emprego formal surgisse. Foi aí que conheci o MEI (microempreendedor individual) e me cadastrei..
Achei um emprego antes do contrato de experiência terminar, mas foi nesse período que comecei a sentir a necessidade de um dia trabalhar sendo dona do meu próprio nariz, principalmente por conta da desvalorização salarial no mercado de trabalho de comunicação.
Enquanto eu trabalhava formalmente, eu aumentava minha rede de networking, buscava mais cursos profissionalizantes.
Hoje, o MEMS se tornou uma empresa de treinamento profissional e gerencial, eu tenho este blog que foi pensado como um dos meus projetos que se tornaram o meu sustento após a licença maternidade.
Cada passo desses dois projetos foi milimetricamente pensado. E essa é uma característica forte de um empreendedor. Além da visão desafiadora, é preciso ser organizado, planejador, criativo e perseverante.
Em inúmeros testes online que fiz, me vi como um perfil empreendedor em potencial, atendendo esses requisitos acima. E você? O que te desafiou? O que foi que apertou o botão de "ligar" da sua alma empreendedora? Você se enxerga nesse perfil? Escreva abaixo nos comentários e nos conte como tudo aconteceu.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário